Blog

Dicas, artigos e muito mais

RH: o que podemos esperar para esses setores no próximo ano?

Todo bom gestor sabe que tem que ficar de olho nas novidades da sua área e final de ano é sempre hora de ficar atento para ver o que vem por aí no ano seguinte. Quando falamos do setor de Recursos Humanos (RH), que lida diretamente com as pessoas que trabalham em uma empresa, isso é ainda mais importante.

Essa foi uma das áreas que sofreu mais mudanças nos últimos anos, especialmente por conta da tecnologia e das mudanças nas relações de trabalho que essa ferramenta trouxe, e os mais conservadores que se cuidem, a tendência é que mais transformações venham por aí.

Para ajudá-lo não ficar para trás com tanta coisa acontecendo, separamos algumas das tendências para o setor em 2020, de acordo com especialistas da área.

A era dos líderes que inspiram

Essa é uma tendência que independe da área de atuação da sua organização. Não é novidade que a motivação dos funcionários tem tudo a ver com a produtividade e as pesquisas mais recentes têm mostrado que bons líderes são fundamentais para essa motivação.

A dica para os departamentos de RH é investir nas pessoas que ocupam cargos de gestão na empresa para que elas desenvolvam essa capacidade. Se houver condições, o ideal é que todos os funcionários participem desses treinamentos para que os colegas também influenciem positivamente uns aos outros.

Mais tecnologia vem por aí

Quem acha que já viu de tudo quando o assunto é tecnologia, precisa ficar atento. Todos os dias surgem novas máquinas e softwares que podem facilitar e aperfeiçoar o trabalho e é preciso capacitar os seus funcionários para operar essas novidades.

Uma dica é apostar em plataformas que oferecem capacitações online, para garantir que a atualização seja constante, sem a necessidade de deslocamento de sua equipe para fazer cursos fora.

Flexibilidade é a palavra da vez

Home office, horários flexíveis e espaços de co-working estão ganhando cada vez mais espaço, porque possibilitam que o trabalhador adapte o seu trabalho às suas necessidades familiares e estilo de vida, o que os faz ficar mais motivados e, ao contrário do que muita gente pensa, costuma aumentar a produtividade.

É claro que cada negócio precisa pensar num modelo de trabalho que se adapte também às necessidades da empresa, mas pontos eletrônicos e horários engessados estão cada vez mais ultrapassados.

A flexibilidade também deve ser levada em conta na hora de oferecer benefícios aos seus colaboradores, uma vez que eles também podem ser personalizados atendendo às necessidades de cada um, alguns vouchers de Uber no lugar do tradicional vale-transporte, por exemplo.

O W no lugar do Y

Quando o assunto é plano de carreira, o tradicional modelo em Y, no qual o funcionário tinha que decidir pela área técnica ou de gestão, está sendo substituído por um modelo em W, no qual o conhecimento técnico é atrelado a cargos de coordenação e uma escolha não exclui a outra.

Tanto essa como as outras adaptações que listamos acima tem sido cada vez mais fundamentais recrutar e manter talentos na sua empresa que é, afinal, o objetivo maior do setor de RH.

Precisa de ajuda para lidar com tanta novidade? A gente pode ajudá-lo. Conheça os nossos serviços.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.