Blog

Dicas, artigos e muito mais

Saiba como avaliar a linguagem corporal dos candidatos em uma entrevista

Processos seletivos são sempre um desafio, tanto para o entrevistado, quanto para o entrevistador. Fazer escolhas na nossa vida pode ser um processo muito complicado, mas quando se trata de profissionais do RH, o conhecimento e a experiência contam muito na assertividade das decisões.

Para escolher um candidato como o ideal para aquela vaga, é importante considerar diversos aspectos e, em conjunto, compará-los com os outros candidatos.

É claro que toda empresa busca sempre o profissional com o perfil mais preparado para ocupar aquele cargo, seja o com maior experiência ou com mais conhecimento técnico atualizado.

Durante um processo de recrutamento e seleção, existem algumas questões que podem ser comumente avaliadas e, dentre elas, se destaca uma muito importante: a linguagem corporal dos candidatos em uma entrevista.

Por isso, criamos uma série de dicas para que você saiba como avaliar essa linguagem.

Dicas de como avaliar a linguagem corporal dos candidatos em um processo seletivo

O que temos de conhecimento sobre a linguagem corporal é que, além de auxiliar na comunicação, por meio da comunicação não-verbal, também serve para demonstrar algumas reações naturais do nosso corpo. Por isso, diz muito sobre nós mesmos.

Sem mais delongas: vamos às dicas!

1. Aperto de mão

Desde o momento em que o candidato entra no local de entrevista, já dá sinais dos quais o recrutador precisa ficar atento. O simples e cordial aperto de mão já denuncia um nervosismo, que é comum nesses processos.

Porém, o aperto de mão pode também denunciar o perfil daquele candidato, existem pesquisas que estudam que pessoas que posicionam a mão sobre a própria mão, possuem o perfil de dominância e de controle.

2. Contato visual

Além disso, o contato visual ou a ausência dele é outro ponto significativo para ser analisado.

Como já dito, o nervosismo pode influenciar em algumas reações, mas com o passar do tempo de entrevista, é interessante observar se o contato visual é evitado.

Isso pode ser uma evidência de timidez excessiva e problemas de comunicação, o que pode atrapalhar na relação do ambiente de trabalho.

O desvio do olhar pode significar nervosismo, mas também um modo de omitir algumas reações que o nosso olhar tem, ao conversar sobre determinados assuntos.

3. Postura

Postura é um indicativo da experiência no mercado de trabalho daquele candidato. Por mais que exista o nervosismo, é importante mostrar confiança em tudo que se diz e no sucesso do processo seletivo.

Portanto, ter uma postura curva, com a cabeça sempre abaixada, é um modo de se mostrar desinteressado e desmotivado. E tudo que uma empresa não quer é um funcionário desmotivado, principalmente nesse momento em que ainda não faz parte da equipe de “mão de obra” do negócio.

Com estas três dicas, você conseguirá fazer a melhor escolha para a empresa. Interpretar a linguagem corporal é muito importante e reduz em grandes escalas o arrependimento de ter escolhido um funcionário ao invés de outro.

Caso você ainda tenha dúvidas nesse sentido ou procura por especialização para recrutamento e seleção, seja de mão de obra fixa, terceirizada ou temporária, acesse o nosso site clicando em NOME DA EMPRESA e receba o melhor atendimento em recrutamento e seleção do mercado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *