Blog

Dicas, artigos e muito mais

Banco de talentos: saiba como montar um na sua empresa

Uma das funções e desafios do setor de Recursos Humanos das organizações é realizar recrutamento e seleção de talentos com grandes chances de acerto. Para aumentar a probabilidade de contratar profissionais que se enquadrem nos perfis das vagas da empresa, uma das principais e mais assertivas estratégias é a criação de um banco de talentos.

Mas o que de fato é um banco de talento? Como ele funciona na prática? Qual a melhor forma de montá-lo?

Vamos lá! O banco de talentos é uma ferramenta que tem como objetivo fornecer o máximo de informações relacionadas aos candidatos, como experiência, habilidades e formação, possibilitando admissões mais precisas de profissionais que se encaixem nos requisitos exigidos pela vaga.

São diversos os benefícios proporcionados por um banco de talentos, como:

  • Otimização do tempo: ao ter a garantia de estar selecionando os profissionais adequados para o perfil da vaga, o processo seletivo se torna muito mais rápido, visto que não haverá necessidade de ler centenas de currículos e fazer a triagem;
  • Redução de custos: além de agilizar e otimizar a seleção de talentos, é possível diminuir os prejuízos que uma vaga em aberto pode provocar para a empresa por não ter alguém realizado a função;
  • Fortalecimento da imagem da empresa: ao contratar as pessoas adequadas para a vaga, é possível diminuir a rotatividade causada pela contratação de profissionais que não se enquadram no perfil. Assim, a empresa torna-se cobiçada o que fortalece a sua imagem.

Agora que você já conhece as vantagens de ter um banco de talentos, chegou o momento de entender como criá-lo de forma inteligente. Confira algumas dicas que podem ajudar nesse processo!

Dicas para montar um banco de talentos inteligente

Quem trabalha com recrutamento e seleção certamente já recebeu currículos de profissionais muito qualificados, mas que não atendiam ao perfil da vaga e por isso não foram selecionados.

A primeira dica para criar um banco de talentos para a sua empresa é justamente arquivar os dados desses profissionais, assim, vai ser possível ter as informações específicas desses talentos, caso surja uma vaga direcionada.

Além disso, pelo fato de já ter participado de uma entrevista na empresa e já possuir conhecimentos sobre ela, o processo poderá ocorrer de forma mais rápida e o profissional estará mais tranquilo para apresentar suas habilidades.

Com os currículos em mãos, deve-se categorizá-los por escolaridade, experiências e cargos de forma a otimizar o banco de talentos. Dessa maneira, ao surgir uma vaga específica, vai ser muito mais fácil acessar os currículos que se enquadram no perfil.

Isso não quer dizer que o processo seletivo só deve conter os profissionais que participaram de seleções anteriores, afinal de contas, talentos surgem a todo momento. Assim, é imprescindível atualizar o banco de talentos de modo a garantir a participação de profissionais de alta performance.

As redes sociais são acessadas por milhares de pessoas, incluindo os grandes profissionais, e por isso as vagas devem ser divulgadas nesses ambientes virtuais de modo a estimular os talentos a se cadastrarem no banco de dados da empresa.

Gostou das dicas? Podemos te ajudar ainda mais nos processos de recrutamento e seleção. Acesse o nosso site e saiba mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *